LG em má fase?

Por conta de algumas derrotas (três mais precisamente) da Luminosity o pessoal vem comentando que a equipe está em uma má fase ou está escondendo suas táticas para o major. Eu vim nesse breve post para mostrar uma visão um pouco diferente. Quem me acompanha no twitter já deve ter me visto comentar sobre o assunto.

Não acho que a LG está em uma má fase, nem que esteja perdendo o domínio do cenário norte americano, mas também não concordo com a história de colocar o peso das recentes derrotas no fato de estarem “escondendo” as táticas para o major.

A LG é uma equipe que provou ser dominante no cenário norte americano, tanto em habilidade individual quanto em táticas, uma equipe que necessariamente não precisaria mostrar as novas cartas na manga para vencer dentro do seu quintal, já que as antigas táticas (que todo mundo conhece) continuam funcionando bem.

Então, como explicar a derrota para a Cloud9 e Selfless, mapa perdido para a TSM, vitória apertada contra o Kkona na overpass e contra a Splyce na train?

Muita gente não atenta para o detalhe mas enquanto a LG estuda seus adversários do major, seus vizinhos norte americanos os estudam incessantemente.

Fique perto das pessoas que são bem melhores do que você e aprenda aquilo que elas sabem fazer de melhor. — João Pedro (CEO do Hotmart)

Esse estudo acabou sendo refletido nesses últimos jogos. Os brasileiros foram surpreendidos com muita agressividade e certos posicionamentos que eles não esperariam dessas equipes. Um estilo desenvolvido e aperfeiçoado para jogar contra as equipes brasileiras (sim, podemos colocar a Tempo nessa conta). Nem todos ainda são capazes de oferecer tanto trabalho, mas estão melhorando.

Não podemos desmerecer a vitória dessas equipes contra a LG (mesmo que em apenas um mapa) dizendo que “não jogaram bem porque estão escondendo táticas”, mas podemos criticar os brasileiros por esquecerem de que quando eles melhoram levam o cenário junto, pois todas as equipes são obrigadas a treinar e evoluir para terem alguma chance de vitória. LG é o time a ser batido por lá. Então, após esse começo de ano maravilhoso para nosso CSGO, seria ingênuo não esperar uma melhoria de todo o cenário competitivo norte americano.

Continuo achando que a LG seguirá surpreendendo as equipes do cenário europeu, mas não surpreenderá tanto as do norte americano, tendo em vista que eles se enfrentam quase que semanalmente, ficando assim mais difícil de mostrar algo que já não viram outras vezes.

Por mais que os brasileiros sejam considerados uma equipe inovadora e ocupem o quarto lugar do ranking, as equipes europeias não podem focar exclusivamente em estudá-los. Devido a demanda de campeonatos importantes e diversidade de equipes competentes figurando naquele cenário o tempo para estudo é bastante dividido e que uma porcentagem um pouco menor seja a reservada para o estudo dos brasileiros. Juntando esses fatores à capacidade que a LG tem, acredito que continuem sendo uma pedra no sapato para todas as equipes nesses grandes eventos.

Como já disse antes, não acredito que eles percam o domínio do cenário norte americano tão cedo, mas que vitórias apertadas e possíveis derrotas tornam-se normais a partir de agora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s